© CLUBE DO CANÁRIO ARLEQUIM PORTUGUÊS © CLUBE DO CANÁRIO ARLEQUIM PORTUGUÊS © CLUBE DO CANÁRIO ARLEQUIM PORTUGUÊS © CLUBE DO CANÁRIO ARLEQUIM PORTUGUÊS © CLUBE DO CANÁRIO ARLEQUIM PORTUGUÊS
       
   
Junte-se ao CCAP no Facebook!
 
       
  Corpos Sociais  
       
 
Categorias
Início
Corpos Sociais
História
Estatutos
Notas Explicativas
Standard
Notícias
Artigos de Opinião
Publicações
Contactos
Exposição
Detalhes
Arquivos
Info. Pagamentos
Ficha de Sócio
Pedido de Anilhas 2020
Fotografias
Apresentação Multilingue
Links
COM-P
FONP
FOP
COFF
AvesPT

DIREÇÃO

PRESIDENTE - Armindo Tavares

VICE-PRESIDENTE PARA A ÁREA TÉCNICA - Vitor Cruz

VICE PRESIDENTE PARA A ÁREA DE MARKTING - João Paulo Teixeira

TESOUREIRO - Jorge Marques

SECRETÁRIO - José Carlos Caldeira

VOGAL - Dário Oliveira

VOGAL - Joaquim Mota Pinto

 

MESA DA ASSEMBLEIA

PRESIDENTE - Paulo Maia

VICE-PRESIDENTE - Rui Silva

1.º SECRETÁRIO - Ricardo Moreira

2.º SECRETÁRIO - Paulo Silva

 

CONSELHO FISCAL

PRESIDENTE - Jorge Quintas

SECRETÁRIO - Carlos Conde Lopes

VOGAL - Ricardo Miguel Duarte DIREÇÃO TÉCNICA


Armindo Tavares - Criador e Juiz CNJ/OMJ, Secção E João Paulo Ramos Teixeira - Criador Jorge Manuel Quintas Sousa - Criador e Juiz OMJ, Secções D/E, Presidente do Colégio Nacional de juízes Manuel Dário Gomes Oliveira - Criador Manuel Jorge Marques Sousa - Criador Paulo Jorge Milheiro Silva Maia - Criador e Juiz CNJ/OMJ, Secção E Paulo Jorge Portinha Fernandes - Criador e Juiz CNJ/OMJ, Secção E Rui Miguel Neves Silva - Criador Vitor Manuel Neves Silva Cruz - Criador


PROGRAMA DE INTENÇÃO

É intenção desta equipa, durante o tempo de vigência do mandato, atingir os objectivos abaixo descritos, como forma de dinamizar o Clube, prestar mais apoio aos associados e defender intransigentemente o Canário Arlequim Português, principal razão da existência do CCAP.

1.   SEDE – desenvolver todos os esforços no sentido de o CCAP possuir um espaço próprio deixando de funcionar em casa de um sócio ou elemento dos corpos sociais.

2.   EXPOSIÇÃO – promover, pelo menos, uma exposição anual exclusivamente do Canário Arlequim Português, dando seguimento à última exposição realizada a qual passará a realizar-se alternadamente a Norte e a Sul (acompanhando a realização do Campeonato Nacional que também se realiza alternadamente).
Dado o carácter temático do CCAP, e o seu âmbito Nacional, a exposição será, sempre que possível, realizada em parceria com outro clube dando-se preferência a clubes que por escrito nos pretendam para parceiros e tendo como preferência o que primeiro, repetimos, por escrito se perfilar como tal.A realização da exposição a Norte (FONP) e a Sul (FOP) será da responsabilidade de elementos dos corpos sociais que se disponibilizem para tal, a fim de se evitar a deslocação de pessoal do Norte para Sul ou vice-versa. 

3.   SITE – publicação no site do CCAP de uma listagem de criadores associados do Clube que solicitem, por e-mail, a inclusão do seu nome.Só poderão ter o nome nessa listagem de criadores os associados que anualmente requisitem anilhas no Clube.
Em caso de supressão do nome da referida listagem será sempre da responsabilidade do criador pedir, por e-mail, a sua reinclusão.

Pretendemos, ainda, aproveitar o site do CCAP para ajudar à divulgação do Canário Arlequim Português, não só em Portugal mas também no estrangeiro de forma clara e tecnicamente correcta.
 

4.   DIVULGAÇÃO – realização, pontual, de colóquios que venham a ser solicitados por criadores ou clubes para esclarecimento e divulgação do Canário Arlequim Português, área em que a Comissão Técnica do CCAP terá papel preponderante (vide ponto 9). 

5.   DIRECÇÃO – mensalmente realizar-se-á uma reunião de Direção para tratar de assuntos de interesse do Clube e sobretudo para dar resposta a questões dos associados bem como proceder ao trabalho de secretaria do CCAP. Pretendemos que qualquer assunto a tratar tenha da parte de secretaria resposta no prazo máximo de 45 dias contados a partir da receção.

6.   CORPO SOCIAL – das decisões relevantes que a Direção venha a tomar será dado conhecimento aos Presidentes do restante corpo social que, por sua vez, terão a obrigação de o referirem aos restantes elementos que os acompanham.

7.   FICHEIRO DE SÓCIOS – dinamizar a entrada de novos sócios e atualizar o respetivo ficheiro a fim de providenciarmos a entrega do cartão de sócio do clube a todos os associados que há anos o esperam.

8.   CANÁRIO ARLEQUIM PORTUGUÊS – é nossa intenção realizar um novo "desenho" que acompanhe o Standard do Canário Arlequim Português a fim de eliminar algumas dúvidas que existem no atual, dando assim resposta aos vários pedidos nesse sentido, nomeadamente da COM – OMJ.

9.   COMISSÃO TÉCNICA – acabar com os "atentados" ao Standard do Canário Arlequim Português, como tem sido feito nos últimos tempos, em total desrespeito pela Comissão Técnica e Assembleia-geral do Clube. Para isso, apresentamos desde já a composição da Comissão Técnica que propomos e a quem competirá: "estudar e aperfeiçoar a raça do Canário Arlequim Português e apresentar aos órgãos competentes propostas de alteração ao standard, bem como promover colóquios e outros eventos, tendo em vista, sempre, o aperfeiçoamento e pureza da raça." (Estatutos do CCAP, artº 24).

10. TESOURARIA – Passar recibos de todas as importâncias recebidas como é, aliás, preconizado na lei geral do País.
Criar uma conta bancária do Clube para que se possa, com transparência e lisura de processos, apresentar anualmente aos associados, em Assembleia-geral, as contas do CCAP, como é dos Estatutos. Só assim os Sócios podem, com clareza e verdade, saber como e em que são gastos os proventos do Clube.

11. ESTATUTOS – em tudo o não descrito no presente programa de intenção será escrupulosamente cumprido o estabelecido estatutariamente.   

 
     
  © CLUBE DO CANÁRIO ARLEQUIM PORTUGUÊS
ENDEREÇO: Rua Manuel Ferreira da Silva e Sá, 154 / 4570-012 BALASAR (PORTUGAL) | clubecanarioarlequimportugues@sapo.pt